COMPARAÇÃO ENTRE FITOTERÁPICOS DE USO TÓPICO NA CICATRIZAÇÃO DE PELE EM EQÜINOS

Resumo: Foram utilizados seis eqüinos adultos sem raça definida (SRD), com o objetivo de
estudar os aspectos macroscópicos e histopatológicos da cicatrização de pele por segunda intenção,
em feridas provocadas cirurgicamente e tratadas topicamente por fitoterápicos: barbatimão
(Stryphnodendron barbatiman), calêndula (Calendula officinalis) e confrey (Symphytum officinale),
tendo a solução salina como controle das demais. Foram feitas quatro lesões de cada lado da
região lombar, do lado direito destinadas à macroscopia e do lado esquerdo à análise histopatológica.
As lesões foram tratadas diariamente, observando-se a evolução de cada ferida quanto à retração
centrípeta e aspecto macroscópico, até a cicatrização completa. Finalizado o experimento, a análise
estatística não revelou variações significativas no estudo comparativo dos fitoterápicos. As
observações macroscópicas, histopatológica e a retração centrípeta do halo da lesão nos 15 primeiros
dias permitiram concluir que o barbatimão revelou efeito benéfico no processo de cicatrização, seguido
pela calêndula, sendo os resultados do grupo controle superiores ao confrey.

(Comparison between phytotherapics on equine wound healing) MARTINS, P.S.1 ; ALVES, A.L.G. 1 ; HUSSNI, C.A.2 ; SEQUEIRA, J.L.2 ; NICOLETTI, J.L.M.2 ; THOMASSIAN, A.2

Veja o artigo na íntegra: http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs2/index.php/veterinary/article/view/4026/3257