Pitiose cutânea em eqüinos: 14 casos

RESUMO

A pitiose cutânea é uma doença crônica que afeta preferencialmente eqüinos e, raramente, bovinos, caninos, felinos e seres humanos. É causada por Pythium insidiosum, um fungo aquático. São relatados quatorze casos de pitiose cutânea em eqüinos do município de Uruguaiana, Rio Grande do Sul. As lesões se localizam, principalmente na região distal dos membros pélvicos e caracterizam-se macroscopicamente por granulomas subcutâneos, ulcerados com exsudação sero-sanguinolenta. Microscopicamente há áreas irregulares de necrose circundadas por infiltrado inflamatório constituído por eosinófilos, neutrófilos, macrófagos e abundante tecido fibrovascular. São descritos e discutidos os métodos de diagnóstico, sinais clínicos, achados de necropsia, histopatologia, diagnóstico diferencial e tratamento.

Autor: Eliza Simone Viegas Sallis1 Daniela Isabel Brayer Pereira2 Margarida Buss Raffi1

Veja o artigo na íntegra: http://www.scielo.br/pdf/cr/v33n5/17137.pdf