PATOLOGIA DO SISTEMA URINÁRIO EM EQÜINO DE ABATEDOURO (NEFRITE INTERSTICIAL)

RESUMO A nefrite intersticial é o resultado de septicemias bacterianas e virais. Tais agentes infectam os rins e induzem a uma resposta inflamatória no interstício. Esta patologia pode ser aguda ou crônica, e é tradicionalmente associada a infiltrado linfoplasmocitário, sendo a crônica geralmente associada à fibrose renal. A fibrose intersticial crônica é um achado post-mortem comum em eqüinos que sofrem de insuficiência renal crônica. Nesse caso, macroscopicamente, observou-se intensa fibrose parenquimal e aderência da cápsula renal, enquanto que, microscopicamente, foi observado infiltrado de células inflamatórias, destruição dos glomérulos, dos túbulos proximais e distais. Os autores concluíram que, no caso da nefrite intersticial, as alterações tubulares são, de um modo geral, a causa primária nesta patologia.

Autor: Nivaldo César ALVIM,  Paulo César Gonçalves dos SANTOS, André Luís FILADELPHO

Veja o artigo na íntegra: http://www.faef.revista.inf.br/imagens_arquivos/arquivos_destaque/GcuSHNX6zStXTzc_2013-5-20-11-10-39.pdf