ELETRO-ACUPUNTURA NO TRATAMENTO DE PARALISIA DO NERVO FACIAL EM EQUINO: RELATO DE DOIS CASOS

Resumo

A paralisia do nervo facial é relativamente comum na rotina clínica dos equinos, apresentando etiopatogenia diversa, porém a maior incidência diz respeito aos traumas sobre a região do músculo masseter, onde a proteção do nervo facial é escassa, apenas efetuada por pele e tecido subcutâneo. Assim acidentes traumáticos e compressivos sobre a região podem desencadear o déficit motor e sensitivo do nervo. A afecção é uma importante complicação associada à anestesia geral da espécie. Os principais sinais clínicos são: queda ipsolateral da orelha, ptose da pálpebra e lábio superior, exteriorizando visualmente o desvio das narinas para o lado não acometido. Os tratamentos compreendem desde complexos vitamínicos á estímulos elétricos. O presente artigo relata a eletro-acupuntura como opção de tratamento em dois casos de paralisia de nervo facial unilateral, com resultados satisfatórios após dez sessões semanais. Os acupontos utilizados foram locais, pertencentes ao meridiano estômago (E), além de sangria do ponto SAN JIANG.
Autor: Pierre Barnabé Escodro, Josealdo Tonholo, Antonio Roberto de Oliveira Hunziker, Lucinéia de Oliveira Escodro, Carla Ferreira Loureiro Lima, Juliana de Oliveira Bernardo, Lucas S. Fonseca, Cícero Ferreira de Oliveira