Alterações placentárias associadas a hipertensão arterial em éguas com laminite crônica no terço final da gestação

Resumo: As alterações cardiovasculares em cavalos com laminite são descritas desde a década de 70, porem poucos estudos foram realizados para demonstrar tais alterações em éguas gestantes com laminite crônica. O presente estudo tem como objetivo avaliar a pressão arterial, frequência cardíaca, níveis de cortisol séricos,tempo gestacional e alterações placentárias de éguas gestantes com laminite crônica e suas consequências sobre a morfometria fetal. Foi realizado um estudo prospectivo longitudinal de caso controle em 6 criatórios de equinos Puro Sangue Inglês na região sul do Rio Grande do Sul -Brasil. Foram utilizados um total de 20 éguas multíparas (10 animais do grupo controle e 10 animais com laminite crônica).

Autor: CARLOS ANSELMO DOS SANTOS
Veja o artigo na íntegra: Alterações placentárias associadas